Uma seleção de artigos e notícias para esclarecer todas as dúvidas referentes à administração de condomínios e imóveis, que vai elevar a informação ao seu nível.

elevador
12.jan.2022

De quanto em quanto tempo é preciso fazer a manutenção dos elevadores?

Cuidados com o equipamento são essenciais para oferecer segurança aos moradores.

 

Um tema muito importante para os condomínios é a manutenção de elevadores. Quando o edifício tem elevadores, garantir que o equipamento esteja funcionando adequadamente e com segurança aos passageiros é o principal objetivo do síndico e administradores. A manutenção dos elevadores deve ser algo comum a ser adotada pela administração de imóveis que tenham esses equipamentos de transporte, seja ele comercial ou residencial. 

 

Como funciona a manutenção de elevadores residenciais?

 

A manutenção de um elevador consiste na realização de um conjunto de ações, que vão do monitoramento ao reparo ou troca de peças. O objetivo principal da medida é garantir o pleno funcionamento do equipamento. Assim, após a manutenção, o elevador deve conseguir transportar os usuários sem transtornos e com toda a segurança. Independentemente do uso comercial ou residencial, os elevadores devem passar por uma revisão completa ao menos uma vez por ano, tudo para que eles possam ter o uso liberado. 

 

A legislação obriga que seja fixada na porta do elevador uma etiqueta que detalha o dia da inspeção e a data-limite para o uso, sem a necessidade de uma nova revisão (geralmente um ano após a data inicial). Durante a manutenção, certifique-se de que o técnico vistoriou todas as peças principais do equipamento, como:

 

– Verificação da parada instantânea; 

– Restrição na chamada do elevador; 

– Verificação de passagem direta em algum andar; 

– Verificação dos cabos e roldanas; 

– Verificação da velocidade do elevador (cada um tem sua especificação); 

– O perfeito funcionamento de ‘’abre e fecha’’ das portas; 

– Verificação do freio; 

– Revisão do poço do elevador; 

– Lubrificação dos maquinários.

 

Quais são os tipos de manutenção disponíveis para elevadores?

 

Há duas formas de realizar a manutenção de um elevador residencial: corretiva ou preventiva. A manutenção corretiva é aquela em que um técnico é acionado para resolver algum problema de forma emergencial, para que assim o elevador volte a funcionar. Isso ocorre, por exemplo, quando as portas não fecham adequadamente e é preciso chamar alguém para resolver. Ou quando a máquina simplesmente trava entre dois andares. 

 

Já a manutenção preventiva, também chamada de programada, é realizada de forma antecipada. Seu objetivo é evitar que ocorram eventuais problemas no equipamento e realizar possíveis trocas de peças antes mesmo que elas apresentem algum defeito. Essa ação controlada consegue evitar problemas maiores aos proprietários, já que, dificilmente, um problema grave acontecerá de uma hora para outra se a vistoria é feita de forma regular. Outra vantagem é a redução de custos, uma vez que o dano causado por um equipamento com alguma avaria costuma ser mais difícil de resolver e, consequentemente, mais caro também.

 

Para ambas, você pode contar com a equipe técnica da TB Rio. Com mais de 40 anos de experiência e tradição no conserto e manutenção de elevadores.

 

Acesse www.tbrioelevadores.com.br e agende uma visita técnica.